Currículo da Companhia

 

Logo CiaFormada em 2000, a companhia foi agraciada com várias premiações. Afora isso, desenvolve uma ampla trajetória de pesquisa em dança. Atualmente administra a Sala 209 do Centro Cultural Usina do Gasômetro no Projeto Usina das Artes. Em 2007, idealizou a Mostra Movimento e Palavra, que está completando sua 5ª edição em 2009, reunindo expoentes de várias gerações da dança contemporânea gaúcha. Os eventos os quais participou, foram:

  •  Masculino na Dança em São Paulo em 2000;
  • Expo 2000 em Hannover/Alemanha;
  • Projeto International Choreographer Residence no American Dance Festival, em 2001 na Carolina do Norte/EUA convidado pelo governo dos Estados Unidos e pela Fundação Vitae;
  • Muestra Internacional de Danza Contemporânea y Danza – Teatro (2002 e 2003) Asunción/Paraguay;
  • EMLINHAGERAL em Caxias do Sul/RS/2003;
  • Barcelona/Espanha no Dies de Dansa – 13º International Dance Festival in Urban Landscapes 2004;
  • Porto Alegre em Cena 2004;
  • Festival Internacional de Movimento, Imagem e Corpo – FIVU em Montevideo/Uruguay 2004;
  • Conesul Dança 2005 em Porto Alegre;
  • Circulação Caravana Funarte 2005 pelos estados de Minas Gerais e Paraná;
  • 7° Festival de Artes Escénicas Contemporáneas – El Cruce – Rosário, Argentina – 2006.
  • Conexão Sul 2006 – Porto Alegre;
  • Conexão Sul 2007 – Curitiba;
  • Cooperação Sul 2009 – Belo Horizonte.

Em seus nove anos de vida, a companhia realizou oito obras – “Planetário” (2000), inspirado na obra do artista plástico e ambientalista Frans Krajcberg – foi selecionada pelo projeto Rumos Dança – Itaú  Cultural 2000/2001; Alma Tonta (2001), inspirado no poema “Canção Ballet” de Mario Quintana; Lixo, Lixo Severino (2002), sobre um conceito moderno de lixo e reciclagem – o qual ganhou fundo para produção artística – Fumproarte – pelo município de Porto Alegre e Prêmio Ieacen para Dança pela Secretária de Cultura do Estado do Rio Grande do Sul; Ato Bruto(2003), inspirado na obra do Artista Plástico Francis Bacon; A mão mansa do afeto(2003), obra que versa sobre afetividade humana, recebeu Prêmio Açorianos de Dança pela Secretária Municipal de Cultura de Porto Alegre como melhor coreografia de 2003; IN/Compatível?(2005) que teve como ponto de partida para a pesquisa coreográfica a abundância de imagens e sensações sugeridas pelo cotidiano das relações humanas, recebeu Prêmio Açorianos de Dança pela SMC/POA como melhor Coreografia, melhor Bailarino e melhor Trilha Sonora Pesquisada.  Ainda em 2005 foi contemplado com o Fundo para Produção Artística – Funproarte – para a obra `Y KÛÁ – O silenciar de um rio, obra que estreou em julho de 2006.

 Ganhou o Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna 2006/2007 para remontagem das obras Lixo, Lixo Severino e Planetário que tiveram estréia em maio e junho de 2007. No ano de 2008 estreou a obra Bundaflor, Bundamor, que versa sobre a bunda, a chamada “preferência nacional” dos brasileiros e em 2009 teve estréia de 1, 2, 3 e já! de Luciano Tavares que aborda o imaginário infantil.

Anúncios

Um comentário sobre “Currículo da Companhia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s