Bailarinos

EDUARDO SEVERINO

Foto: Lu Mena Barreto
Foto: Lu Mena Barreto

Coreógrafo, bailarino, professor, com vários projetos em andamento em Porto Alegre, no interior do Rio Grande do Sul.

Há 25 anos atua como bailarino e há treze como coreógrafo e professor.

Desenvolve projetos de intercambio entre artistas de São Paulo, Montevidéu/Uruguai, Santiago/Chile e Porto Alegre.

Faz parte do Núcleo artístico principal da Eduardo Severino Companhia de Dança e atualmente administra a Sala 209 do Centro Cultural Usina do Gasômetro no Projeto Usina das Artes onde desenvolve seu trabalho de criação e apresentações artísticas, aulas regulares, ações coletivas, colaborações, disponibilizando o espaço para outros artistas/cias. desenvolverem e mostrarem seus trabalhos. Em 2007, idealizou a Mostra Movimento e Palavra, reunindo expoentes de várias gerações da dança contemporânea gaúcha e que está na sua 9° edição, faz parte do grupo de artistas/Cias que compõe o Cooperação Sul, desdobramento do Coletivo de artistas de dança da sala 209, coletivo que recebeu o Prêmio Joaquim Felizardo/2009 pela Secretaria da Cultura do Município de Porto Alegre pelas ações em dança que vem desenvolvendo. Em 2009/2010 Eduardo Severino fez residência artística na cidade de São Paulo com artistas paulistas; com Adriana Grechi, Luciane Favoreto, Beti Bastos e Lívia Seixas com o projeto “Reciclagem e Aprimoramento” financiado pelo Fumproarte/POA para Formação, criação e pesquisa.

Estudou com vários profissionais da dança tais como;  Heike Kuhlmann(Alemanha), Ester Momblant Ribas (Espanha), Nancy Stark Smith(USA), Frey Faust(USA), Juan Kruz (Alemanha), Lia Rodrigues (RJ), Marta Myers (USA), David Beadle (USA), Ming-Lung Yang (USA), Eva Schul (RS/Brasil), Cecy Frank (RS/Brasil), Dagmar Dorneles (RS/Brasil), Ana Mondini (SP/Brasil), Magali Caillet (França), Victória Milanez (RS/Brasil), K.J. Holmes (USA), Fred Traguth (Alemanha), Adriana Grecci (SP/Brasil), Lu Favoreto (SP/Brasil), Carolina Besviesky (Uruguai), Cibele Sastre (RS/Brasil), Andréa Druck (RS/Brasil), Henrique Rodovalho (GO/Brasil), Ana Vitória (RJ/Brasil),David Zambrano (Holanda), João Saldanha (RJ/Brasil), Magali Sander Fett(Alemanha), Adilso Machado(SC/Brasil) entre outros.

Atuou em trabalhos coreográficos de coreógrafos como Eva Schul (RS/Brasil) com quem trabalhou durante 12 anos, Dagmar Dornelles (Alemanha), Andréa Druck (RS/Brasil), Ivan Motta (RS/Brasil), Luís Arrieta (SP/Brasil), Guelho Menezes (RS/Brasil), Cleber Menezes (RS/Brasil), Jussara Miranda (RS/Brasil), Cibele Sastre (RS/Brasil), Tatiana da Rosa (RS/Brasil), Marco Fillipin(RS/Brasil), Fernanda Leite(RS/Brasil), Luciana Paludo(RS/Brasil) entre outros.

Suas investigações coreográficas criadas para outros grupos e intérpretes foram; O Homem da Colina Dourada/1996; Joãos e Marias Talvez/1997; Existir/1999; Transformação/2000; Seres/2001; Duo inicial / A Mão Mansa do Afeto/2002; Todinho de dois/ 2002; Tão Longe e Tão Perto/2002; Instante/ 2003; Eu com tu, nós com eles/2004, Acesso@impulso/2011, Café/2013, Exist/ir / 2013.

Suas investigações coreográficas como coreógrafo/bailarino foram “Planetário” (2000), Alma Tonta (2001), “Lixo, Lixo Severino” (2002), “Ato Bruto” (2003), “A mão mansa do afeto” (2003), “IN/Compatível?” (2005), “Y KÛÁ – O silenciar de um rio” (2006), Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna 2006/2007 para remontagem das obras “Lixo, Lixo Severino” e “Planetário”, Bundaflor Bundamor/ 2008, “Glórias do Corpo”/2010 e Tempostepgoquedelícia/2013 e atualmente em processo “Manchas Urbanas com estreia em out/2013. E as performances, “Sem Com Texto”/2008, “Tempestade”/2009 e “Na cozinha com IN/Compatível?2”/2012.

Selecionado como criador/intérprete para o Projeto Rumos Dança – Itaú Cultural/ 2000 com a obra “Planetário” (São Paulo/SP). Foi agraciado com uma bolsa de estudos pela Fundação Vitae para participar como coreógrafo residente convidado do American Dance Festival em Duhram/Carolina do Norte/USA.

Leciona aulas regulares de dança contemporânea na sala 209 na Usina do Gasômetro, sala que a Cia. Administra dentro do projeto Usina das Artes e no Ballet Vera Bublitz em Porto Alegre

Trabalhou como Assistente de Coordenação de Dança no Instituto Estadual de Arte Cênicas da Secretaria de Cultura do Estado do Rio Grande do Sul em Porto Alegre, sob a coordenação geral de Eva Schul no período de 1995 a 1998 e trabalhou como assistente de Curadoria/Direção de Eva Schul no Projeto Outras Danças da Funarte realizado em 2012 em Porto Alegre. Faz parte da diretoria de Dança do SatedRS.

Mostrou seu repertório de onze espetáculos, desenvolvidos como coreógrafo/bailarino, em outros continentes e paises, Carolina do Norte/USA, Rosário/Argentina, montevidéu/Uruguai, Assuncion/Paraguai, Hannover/Alemanha, Antuérpia/Bélgica, Santiago/Chile, Barcelona/Espanha assim como em diversas capitais e interior do Brasil, no ano de 2010 apresentou seu último trabalho, Bundaflor, Bundamor, no Sindicato de performance 2 em Santiago/Chile e no Projeto Bem Casado no Teatro da  Dança na cidade de São Paulo. Recebeu nove indicações ao Prêmio açorianos de Dança da Secretaria Municipal da Cultura de Porto Alegre como intérprete, recebendo o prêmio pelo trabalho “IN/compatível?/2005” e cinco vezes a indicação como coreógrafo, recebendo o  prêmio pelo trabalho “A mão mansa do afeto/2003” e “IN/compatível?/2005”. Recebeu o Prêmio Brasken Em Cena/2010 como melhor Bailarino/ator pelo trabalho “Ser Animal” do espetáculo “Dar Carne à Memória”.

Circulou pelo País com o projeto Circulação em Dois Atos, ganhador do Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna/2012 para circulação e estreia em out/2013 o Projeto Manchas Urbanas com temática ambiental nas ruas do centro da cidade de Porto Alegre com financiamento do Fumproarte e desenvolve trabalho com o artista Eduardo Navarro(Argentina) e Maíra Coelho(RS)  “Os Cavalos não mentem” na 9° Bienal do MERCOSUL como coreógrafo/performer. No ano de 2016 foi contemplado com o Fumproarte com a montagem do espetáculo Beijo.

                          

LUCIANO TAVARES

Foto: Luciane Pires Ferreira
Foto: Luciane Pires Ferreira

Iniciou seus estudos de dança em 1993. Teve sua formação em Ballet Clássico com, Alexander Sidoroff, Jane Blauth, Niurka Naranjo de Saà e Victória Milanez. Em Dança Moderna com Eva Schul. Dançou no Ballet Sal da Terra, Cia. H., no Balleto, Ânima Cia. de Dança e Artérias – Artistas de dança em colaboração. Em Porto Alegre e outros estados brasileiros se aprimorou em cursos e workshops de Dança Contemporânea, com Daggi Dornelles (Brasil/Alemanha), K.J. Holmes (EUA), John Jasperse (EUA), Mário Nascimento (BH), Enrique Rodovalho (GO), Adriana Grecci (SP), Lu Favoreto (SP), Haike Kulmn (Alemanha), Juan Cruz (Alemanha), Frey Faust (EUA), Luiz Ferron (SP).

Em 1994 recebeu Menção Honrosa no Prêmio Açorianos de Dança pelo conjunto da obra como intérprete. Representou o Brasil na cidade de Paris/França no 9°Concours International de Danse de Paris no ano de 2000, sendo contemplado com a medalha de prata – Deuxième Prix Duo – na categoria Dança Contemporânea. Atuou no Ballet Clássico de Madri, Madri/Espanha, 2001, logo após na Companhia Portuguesa de Bailado Contemporâneo, Lisboa/Portugal.

Em 2003 passou a integrar a Eduardo Severino Cia. de Dança como bailarino, criador-interprete, seguindo até os dias de hoje. Participa do Projeto Usina das Artes desde 2005, faz parte do Coletivo de Artistas da Sala 209 a qual recebeu o Prêmio Joaquim Felizardo 2010 na categoria Destaque Cultural. É colaborador da Mostra Movimento e Palavra e realizou a Mostra Movimento e Palavra: Imagem.

Participou do Programa Difusão Cultural e Intercâmbio de do Ministério da Cultura com o Projeto Brasil/Chile em Santiago do Chile – 2009, no evento Sindicato de Performance2 com o espetáculo Bundaflor, Bundamor. Recebeu Fumproarte para o projeto Glórias do Corpo em 2010, ainda em 2010 participou do projeto Bem Casado do Teatro da Dança de São Paulo com o mesmo espetáculo. No mesmo ano foi convidado a participar do espetáculo Dar carne à memória II, contemplado com Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna da Ânima Cia. de Dança. Em abril de 2012 participou do Festival Internacional de Artes Escénicas y Transdiciplinaridade/FIDET em Santiago do Chile com o espetáculo Tempostepegoquedelícia, como também do Festival Escena Doméstica com a performance Na cozinha com In/Compatível. Ainda 2012 fez temporada no Teatro Sergio Cardoso em São Paulo com os espetáculos Bundaflor, Bundamor e Tempostepegoquedelícia. A continuidade do ano o projeto Circulação em 2 Atos, da Companhia ganhou o Prêmio Funarte Petrobrás de Dança Klauss Vianna 2012 para uma turnê com seus dois últimos trabalhos por 9 cidades brasileiras em 2013. No ano de 2013 integrou o elenco do espetáculo Manchas Urbanas, contemplado com o Fumproarte.

Foi um dos gestores da Sala 209 da Usina do Gasômetro, assim como integrante do Coletivo de Artistas de Dança da Sala 209. Circulou pelo país com o projeto Circulação em Dois Atos, ganhador do Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna/2012 para circulação e estreia em out/2013 o Projeto Manchas Urbanas com temática ambiental nas ruas do centro da cidade de Porto Alegre com financiamento do Fumproarte e desenvolve trabalho com o artista Eduardo Navarro (Argentina) e Maíra Coelho (RS)  “Os Cavalos não mentem” na 9° Bienal do MERCOSUL como coreógrafo/performer. No ano de 2016 foi contemplado com o Fumproarte com a montagem do espetáculo Beijo.

É graduado em Biblioteconomia (UFRGS 2014/2) e Mestre em Artes Cênicas (PPGAC/UFRGS 2017/2). Em 2012/2 fez mobilidade para estudar na Universidad Autónoma Metropolitana da Cidade do México, no curso Ciência da Comunicação.

Anúncios

3 comentários sobre “Bailarinos

  1. Oi Eduardo!!!!!! tenho acompanhado alguns de teus passos, e quero em breve assistir de perto… Lembra de nossas aulas na Cecy, nossas tarde com a Yessa… Onde ela anda??? tenho saudades dela tb…Há e aulas na Vitória… Parei total com a dança, faço academia, mais tenho muita vontade de fazer umas aulas de novo…. Abreijos… Ilda

  2. Oi Eduardo,como vais?tudo bem? Espero que sim, pois pessoas do seu quilate devem estar melhores ainda.Gostaria de um contato para saber da possibilidade de apresentações na escola em que trabalho.Meus telefones são:93422844 ou 34466577>Essa escola é estadual temos desde currícula até o 3.ano do ensino médio e sou a bibliotecária onde estou tentando colocar cultura por todos os poros e como tenho uma excelente direção tenho conseguido.Muito beijos e sucesso.Paula.

    • Olá Paula. Estou bem e tu? espero que esteja bem.
      Que bom que escreveste.
      Te ligo amanhã para conversar.
      Abraço forte
      Eduardo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s